Governo investe mais de R$ 12 milhões em obras de infraestrutura e turismo

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

A região de Barra do Garças recebe importantes investimentos do Governo do Estado para fortalecer o potencial turístico, firmar o município como segmento econômico de destaque e dar melhores condições à população, totalizando R$ 12.334 milhões em obras em andamento e outras já entregues.

Um exemplo são os projetos do Programa de Desenvolvimento Sustentável de Turismo de Mato Grosso (Prodestur), coordenado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sedec) com recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Um deles é o Centro de Eventos de Barra do Garças, que está com obras em pleno andamento e a previsão é que seja entregue ainda no primeiro trimestre de 2017. O projeto está orçado em R$ 7,4 milhões.

Quando concluído, o espaço promete ser um incremento ao turismo de eventos e de negócios na região, atividade considerada como um dos segmentos que mais contribui na captação de turistas para o local. Será também um espaço de lazer e entretenimento para a população, com a realização de eventos culturais, esportivos, entre outros. O projeto desenvolvido para o Centro de Eventos contempla cinco opções de uso: auditório, salão principal e três salões. O auditório terá capacidade para acomodar até 555 pessoas sentadas.

“Este projeto era uma demanda antiga da população de Barra. A Região já tem naturalmente a vocação para o turismo e nada mais justo do que abrigar um espaço como um Centro de Eventos que permitirá fortalecer as ações para a atração de turistas e gerar mais desenvolvimento”, explica o secretário adjunto de Turismo da Sedec, Luis Carlos Nigro.

Pontal do Araguaia

Outra boa notícia para a população do entorno de Barra do Garças é a revitalização da Avenida Universitária, em Pontal do Araguaia. As obras estão em estágio final. As construções que beneficiam a Avenida Universitária de Pontal do Araguaia, deverão ser concluídas até o final deste ano. O projeto com recurso do BNDES, está custeado em R$ 2,3 milhões e integra o pacote de ações do Prodestur.

A obra de revitalização da pavimentação asfáltica e drenagem de águas pluviais é importante em função de vários fatores, tais como: orientação correta dos motoristas e pedestres; redução de acidentes de trânsito, já que a pavimentação melhora a trafegabilidade e aumenta a segurança das vias. Também serão feitos serviços de iluminação e sinalização vertical e horizontal da Avenida.

“A melhora da qualidade de vida no município através do desenvolvimento da estrutura urbana facilitará o acesso de turistas para a cidade, que juntamente com Barra do Garças, forma um importante polo turístico de Mato Grosso. Toda a região é bastante procurada para o turismo de aventura, o ecoturismo e o etnoturismo”, ressalta Nigro.

A Prefeitura de Pontal também passou por reforma, com recursos da pela Secretaria de Estado das Cidades (Secid), no valor de R$ 432 mil.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Aviação regional

Uma ação de destaque bastante aguardada pelos moradores da região é a reforma do aeroporto local, que passará a receber voos regionais da empresa aérea Azul. A reforma é resultado da parceria entre o Governo de Mato Grosso, por meio das Secretarias de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra) e de Desenvolvimento Econômico (Sedec), e a Prefeitura Municipal. Foi investido aproximadamente R$ 1,5 milhão em recursos do Governo do Estado na construção da cerca operacional e na aquisição do maquinário de raio-x do aeroporto. A reforma do novo terminal do aeroporto ficou a cargo da prefeitura.

O voo Cuiabá-Barra do Garças faz parte das ações do Programa Voe MT, idealizado pela Sedec com intuito de fomentar a aviação regional, contribuindo para transformar o turismo em um dos principais pilares do desenvolvimento econômico do estado.

O Voe MT foi criado para fomentar e democratizar o transporte aéreo e diversificar as cidades a serem atendidas com voos regulares. Pelo programa as companhias aéreas podem obter redução da alíquota do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) para compra de querosene de aviação.

A redução é progressiva, de 20% a 84%. Atualmente, as companhias aéreas pagam uma alíquota de 25% na compra do combustível. O querosene de aviação representa mais de 40% nos custos de operação de uma empresa aérea.

Águas Quentes

Outra ação que fortaleceu o turismo na região de Barra do Garças foi a revitalização do Parque das Águas Quentes ‘Antônio Carlos do Nascimento’. O parque fica dentro do perímetro urbano do município e chega a receber 30 mil pessoas por mês, entre turistas e moradores, segundo informações da Secretaria Municipal de Turismo.

Situado em meio uma imensa área verde, o parque abriga um ambiente único, com águas termais distribuídas em piscinas, cascatas, ofurô, toboágua e o famoso Córrego da Preguiça. Os turistas que visitam o local ainda podem curtir o inusitado bar molhado (construído em meio a uma das piscinas) e um restaurante panorâmico.

As águas termais, com temperaturas que variam de 31 a 43 graus, são utilizadas ainda para fins terapêuticos, como tratamentos de fisioterapia. “O parque, inclusive, oferece um programa voltado aos idosos, que é um sucesso”, explica a secretária de Turismo de Barra do Garças, Mônica Porto.

O projeto de revitalização do local, custeado pela Secid no valor de R$ 702 mil, contemplou o reparo de cinco piscinas termais e a manutenção do chamado Córrego da Preguiça, que corta todo o parque e é uma das maiores atrações do lugar. Além disso, o chamado escorregador de boias (toboágua) também passou por reforma e tem à disposição dos visitantes boias coloridas, um atrativo a mais para quem frequenta o complexo.

Segundo Mônica Porto, as piscinas do parque nunca tinham sido reformadas desde a construção, em 1998 e, devido ao desgaste do tempo, apresentavam infiltrações. “As piscinas foram totalmente reformadas. Houve um trabalho hidráulico para barrar os vazamentos e elas também receberam pintura”, relatou.

Prodestur

O programa faz parte da estratégia do Estado em fomentar o turismo local, por meio de investimentos em obras na área de infraestrutura. Para que os valores voltassem a ser liberados, a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec) atuou na readequação das exigências de viabilidade econômico-financeira do BNDES. Atualmente, o Prodestur tem como foco a realização de investimentos de infraestrutura e promoção turística nas regiões que formam o chamado “Corredor Turístico”, sendo elas: Pantanal, Chapada dos Guimarães, Nobres e Baixada Cuiabana, além da região do Araguaia.

Levantamento realizado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sedec) mapeou 38 atrativos turísticos no polo Araguaia. Os atrativos, aliados a obras de infraestrutura e acesso, podem ajudar na transformação e fortalecimento econômico da região.

Fonte: Agoramt

By TurismoMT

NOVA ARTE TURISMOMT RGB

Anúncios

Amazônia – Um Paraíso Verde

 amazonia

Saiba mais sobre esse bioma tão importante para esse planeta

       A Amazônia é quase mítica: um verde e vasto mundo de águas e florestas, onde as copas de árvores imensas escondem o úmido nascimento, reprodução e morte de mais de um-terço das espécies que vivem sobre a Terra. Os números são igualmente monumentais. A Amazônia é o maior bioma do Brasil: num território de 4,196.943 milhões de km2 (IBGE,2004), crescem 2.500 espécies de árvores (ou um-terço de toda a madeira tropical do mundo) e 30 mil espécies de plantas (das 100 mil da América do Sul).

            A bacia amazônica é a maior bacia hidrográfica do mundo: cobre cerca de 6 milhões de km² e e tem 1.100 afluentes. Seu principal rio, o Amazonas, corta a região para desaguar no Oceano Atlântico, lançando ao mar cerca de 175 milhões de litros d’água a cada segundo.  As estimativas situam a região como a maior reserva de madeira tropical do mundo. Seus recursos naturais – que, além da madeira, incluem enormes estoques de borracha, castanha, peixe e minérios, por exemplo – representam uma abundante fonte de riqueza natural. A região abriga também grande riqueza cultural, incluindo o conhecimento tradicional sobre os usos e a forma de explorar esses recursos naturais sem esgotá-los nem destruir o habitat natural.

            Toda essa grandeza não esconde a fragilidade do ecossistema local, porém. A floresta vive a partir de seu próprio material orgânico, e seu delicado equilíbrio é extremamente sensível a quaisquer interferências. Os danos causados pela ação antrópica são muitas vezes irreversíveis.

SEDTUR

BY TURISMOMT

NOVA ARTE TURISMOMT RGB

Obras de revitalização de complexo turístico em MT devem iniciar em 2013

Salgadeira em Chapada dos Guimarães
(Foto: Dhiego Maia/G1)

Sedtur afirmou que R$ 7 milhões que vão ser investidos já estão na conta.
Complexo está fechado há pouco mais de dois anos.

As obras de reforma e ampliação do Complexo da Salgadeira, ponto turístico localizado na MT-251, que liga Cuiabá e Chapada dos Guimarães, a 65 quilômetros de Cuiabá, devem começar em 2013. De acordo com a Secretaria Estadual de Turismo (Sedtur), os R$ 7 milhões que devem ser investidos na obra já estão assegurados.

A secretária de Turismo, Teté Bezerra, explicou que o projeto arquitetônico é de responsabilidade da Secretaria Extraordinária da Copa (Secopa. “A Secopa está contratando uma empresa para fazer o projeto arquitetônico e de recuperação ambiental. Após o prazo estabelecido, de 45 dias, já começam as obras”, afirmou.

O complexo turístico está fechado há pouco mais de dois anos e meio. Depois que o projeto para a revitalização da Salgadeira for concluído, será aberta uma licitação para a escolha de uma empresa para explorar o local. A partir daí o governo do Estado ainda terá mais um ano para deixar o local pronto para receber novamente os visitantes.

Enquanto isso, comerciantes que atuavam no Complexo da Salgadeira há 40 anos cobram na Justiça o direito de poder voltar a trabalhar. “Eles (comerciantes) vão ter direito, na nossa concepção, à posse e eventual indenização por estar no local desde a década de 70”, disse o advogado Antônio Carlos Tavares de Mello.

O comerciante Márcio Telles de Amorim, de  anos, lembra quando chegou ao local. “Cheguei aqui [Salgadeira] no dia 23 de fevereiro de 1971. Fiz um barraco coberto com pedaço de palha e vim tocando. Hoje fico triste, que não dá nem para falar”, reclamou.

A Sedtur informou que o estado não pretende indenizar os comerciantes. “A administração do espaço é feito pela Secretaria de Administração do Estado e ela deveria, inclusive ter recebido um pagamento pela utilização da área e isso nunca foi feito, então não tem qualquer tipo de indenização ou de recompensa pelo que foi feito ali”, pontuou.

G1

BY TURISMOMT

Ibama desativa empreendimento turístico em Terra Indígena em MT

Crédito: Divulgação

Na ação empreendida, os agentes surpreenderam um grupo de 8 turistas de Minas Gerais, que foram multados em R$5 mil cada um e tiveram seus materiais de pesca apreendidos.

Em uma nova ação na região amazônica, da Operação Soberania Nacional, agentes ambientais federais do Ibama desativaram na última quinta-feira (20) um empreendimento de turismo de pesca sem licenciamento, dentro da Terra Indígena Kayabi, na região de divisa dos estados de Mato Grosso e Pará.
A partir de dados fornecidos pelo Sistema de Detecção de Desmatamento em Tempo Real – Deter, produzido pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais – INPE, o Centro de Sensoriamento Remoto do Ibama, uma equipe de 17 agentes ambientais em 5 viaturas, com apoio de um helicóptero, se dirigiram para uma área de desmate próximo ao rio Cururu, afluente do rio Teles Pires, dentro da T.I. Kayabi. No local os agentes surpreenderam um grupo de 8 turistas de Minas Gerais, que foram multados em R$5 mil cada um e tiveram seus materiais de pesca apreendidos.
A pousada pertence a um empresário residente na cidade de  Alta Floresta/MT, 800 km de Cuiabá, e conta com 12 funcionários e um gerente. Tem uma base junto a um campo de pouso de 1200 metros, que possui autorização provisória da Agência Nacional de Aviação Civil – ANAC, só que para outro endereço e coordenadas, fora da área indígena. O alvará de funcionamento apresentado, expedido pela prefeitura de Jacareacanga/PA, também está com endereço diverso.
Neste local foi aprendida uma espingarda de caça, dezenas de varas de pescar, molinetes, iscas artificiais e outros materiais de pesca, bem como freezer com peixes abaixo da medida permitida. Na outra base, que está em obras de ampliação, numa clareira aberta na floresta próximo do Rio Cururu, distante 6 km do campo de pouso, foram apreendidos barcos, motores de popa, geradores, freezers e caixas térmicas, bem como motosserras e um trator, que juntamente com um caminhão e uma pá carregadeira, teriam sido utilizados na abertura da estrada, derrubada da floresta e nas edificações na beira do rio, segundo o analista ambiental Renê Oliveira, chefe da fiscalização da Superintendência do Ibama em Mato Grosso.
Uma atividade deste tipo é potencialmente poluidora e deveria ter licenciamento ambiental, afirma o chefe de fiscalização Oliveira, mas estando em Terra Indígena esse empreendimento é ilegal. O proprietário possui outro empreendimento, em sociedade com sua esposa, na região de Sete Quedas do rio Teles Pires, no município de Paranaíta, pelo qual já firmou um Termo de Ajustamento de Conduta Ambiental com a Secretaria Estadual de Meio Ambiente de Mato Grosso – Sema/MT.
Segundo o gerente da Pousada do Rio Cururu, as atividades iriam completar um ano em novembro, sendo que está trabalhando no local há seis meses e acreditava que a documentação da pousada fosse correta.
A portaria do Ministério da Justiça que define os limites da Terra Indígena é de 2002, e, para evitar problemas com os índios, o proprietário firmou um termo de cooperação com alguns indígenas, sem anuência da Funai, onde se compromete a pagar R$ 4 mil mensais para a Associação Indígena. Cabe salientar que cada um dos 8 turistas, autuados na operação, teria pago R$7 mil pelo pacote de 5 dias de pesca. Ainda, segundo o gerente, a pousada possui site na internet e programa de televisão nacional, graças ao outro sócio que não reside em Mato Grosso. Folhetos de alta qualidade gráfica, ricamente ilustrados com fotos de pescaria na região, divulgam as duas pousadas, sem qualquer menção a Terra Indígena.
A equipe de fiscalização está fazendo um inventário dos bens que serão apreendidos para tenham uma rápida destinação. A exemplo de outros bens apreendidos na Operação Soberania Nacional, alguma prefeitura da região deverá receber a guarda do trator encontrado na pousada. Nessa mesma vertente, a destinação dos barcos, motores, veículos, geradores e demais bens móveis deveram ser retirados e destinados para instituições parceiras.
Com relação a balsa clandestina, bem com as edificações, estradas e campo de pouso, construídos ilegalmente em terra indígena, o destino será a destruição, conforme legislação vigente, para que não venham a ser utilizados por outros grileiros.
De acordo com a analista ambiental Cibele Ribeiro, superintendente do Ibama em Mato Grosso, a Terra Indígena Kayabi está no arco do desmatamento, entre os municípios de Paranaíta/MT, Apiacás/MT e Jacareacanga/PA. A operação de fiscalização não tem prazo para terminar e ainda serão verificados diversos pontos do DETER. Os agentes ambientais federais estão distribuídos em 3 grandes frentes pelo interior de Mato Grosso, visando, principalmente, o combate ao desmatamento ilegal.
BY TURISMOMT

Dia Mundial do Turismo e comemorado com painel ‘Cuiabá e a Copa 2014’

Secretária de Desenvolvimento do Turismo, Teté Bezerra

A secretária de Desenvolvimento do Turismo, Teté Bezerra, participou nesta quinta-feira como palestrante do painel ‘Cuiabá e a Copa 2014’, em comemoração ao Dia Mundial do Turismo, promovido pelo Comitê Empresarial do Turismo Pró-Copa, no auditório da TV Gazeta.

Durante sua explanação a secretária abordou os investimentos do governo do Estado e do Bando Nacional do Desenvolvimento – BNDES que irá beneficiar várias obras em 20 municípios de Mato Grosso.

“Estamos há um ano e meio buscando recursos para viabilizar obras importantes para o Estado. Destaco a Salgadeira, em Chapada dos Guimarães, Nobres, municípios do Pantanal, além de Cuiabá e Várzea Grande. O governador assinou o contrato no inicio do mês, agora é encaminhar os projetos com os devidos critérios e aguardar os recursos”, comenta.

Quem também fez parte da mesa foi o secretário da Secretaria Extraordinária da Copa do Mundo, Secopa, Mauricio Guimarães que abordou o andamento das obras que estão sendo executadas. “Dividimos nosso trabalho em três eixos: a travessia urbana, obras de desbloqueio e modal de transporte, além do estádio. Sabemos das nossas responsabilidades e que estamos correndo contra o tempo. A missão é dar possibilidade que o evento Copa ocorra. Não há duvida que tudo estará pronto para o grande evento”, frisou Mauricio.

A professora e turismóloga, Rejane Pasquali abordou o tema ‘Recursos Humanos e a Capacitação – Copa 2014. Ela ressaltou a preocupação com a capacitação da mão de obra do segmento. Ela destaca que são cinco cursos de turismo na Grande Cuiabá e que mesmo assim ainda faltam profissionais capacitados para o mercado. “As parcerias entre iniciativa privada e as entidades públicas são fundamentais. As pessoas precisam estar capacitadas o que irá refletir no público final, os turistas satisfeitos com o que temos de melhor: nossas belezas naturais e novo povo caloroso”, completa ela.

Durante o evento foi entregue aos dois secretários de Estado, o projeto ‘500 Dias para a Copa’ – um resumo das principais obras que o trade turístico acredita serem necessárias para o sucesso da Copa e seu legado.

SEDTUR

BY TURISMOMT

Turismo Week oferece descontos de até 50% para pacotes de viagem

SÃO PAULO – Na  próxima segunda-feira (24) começa o Turismo Week, semana onde os consumidores poderão adquirir pacotes de viagens com descontos de 15% a 50%.

O evento, organizado pela Braztoa (Associação Brasileira das Operadoras de Turismo), acontecerá entre os dias 24 e 30 de setembro e tem como objetivo realizar a maior promoção de pacotes de turismo do País, para o período de baixa temporada, além de fortalecer a cultura de viajar.

Os pacotes abrangem destinos do Brasil e do exterior, sendo que os lugares estarão disponíveis para os meses de outubro, novembro e dezembro, exceto feriados.

Vantagens

Para o presidente da Braztoa, Marcos Ferraz, ao comprar um pacote de viagens, o consumidor tem o suporte de profissionais para a escolha do melhor roteiro, vôo, hotel e shows. “Esse serviço é personalizado e vai além das viagens com bons preços e um financiamento sob medida”, conclui.

A associação espera um aumento de 30% nas vendas, o que representa o embarque de 130 mil passageiros e um faturamento de R$ 230 milhões.

yahoo.com

BY TURISMOMT

 

 

 

Conheça os palestrantes do Encontro de Blogueiros Abav

A Feira das Américas terá o 1° Encontro dos Blogueiros de Viagem & Turismo. O evento será realizado nos três dias da feira – 24, 25 e 26 de outubro, no Riocentro (RJ), das 12h às 13h, na Vila do Saber, e tem como tema #BlogueirosNaABAV.

No primeiro dia, o painel “O Blogueiro de Viagem & Turismo e seu poder de influência na escolha de destinos e viagens” terá como palestrantes: a coordenadora técnica responsável pela mídia eletrônica do Ministério do Turismo, Tatiana Lobão; o diretor de Marketing e Vendas de destino da Secretaria de Turismo da Prefeitura do Recife, João Paulo Gomes; e o especialista em divulgação do Brasil no Exterior, Alison McGowan.

No segundo dia, o tema será “Estratégias bem-sucedidas nas mídias sociais: enriqueça e divulgue o conteúdo do seu blog”, com a consultora de mídias sociais Francelle Jacobsen.

No último dia, o painel “Novos negócios: tenha o blogueiro de Viagem & Turismo como parceiro”, terá os debatedores: o CEO do Trilhas e Aventuras e criador do projeto BlogTur, Mauricio Oliveira; o sócio da Loumar Turismo, Marcelo Valente; e a vice-presidente de Turismo e diretora de Marketing da Câmara Brasil-Argentina de Comércio, Indústria e Turismo do Rio de Janeiro, Naira Amorelli.

INSCRIÇÕES
As palestras são gratuitas e os blogueiros que fizerem a pré-inscrição até o dia 17 de setembro receberão um código promocional e ficarão isentos de pagamento da taxa para ingressar no evento.

http://www.panrotas.com.br/

BY TURISMOMT

%d blogueiros gostam disto: