Brasil, um país feito de emoções!

Com território continental repleto de belezas naturais, o Brasil é hoje um dos grandes polos internacionais de atividades turísticas de aventura por terra, água e ar

fundoheader

De norte a sul do Brasil, montanhas, florestas, rios e savanas formam cenários perfeitos para aventureiros de todos os perfis. Não por acaso, o país é líder internacional em certificação para turismo de aventura, no âmbito das normas da Organização Internacional para Normalização (ISO), o que significa mais segurança para quem busca atividades que conjuguem turismo, emoção e experiências de superação.

Pessoas com deficiência podem praticar diversas atividades de aventura adaptadas em Socorro (SP), cidade que é destino referência no Brasil em Turismo de Aventura Acessível. Além do título nacional, o município também tem no currículo algumas conquistas internacionais – entre elas, o Prêmio Rainha Sofia de Acessibilidade, outorgado pelo Conselho Real para Deficiência do governo espanhol; e Melhor Projeto para Pessoas com Deficiência e Prática de Turismo Responsável, reconhecimento do World Travel Market (WTM) a hotéis-fazenda locais.

REGIÃO SUL

Entre as principais atrações está a prática de rafting no cânion do Rio Lapó, localizado no Parque Estadual do Guartelá, em Tibagi (PR). Com descidas por quedas e corredeiras, o bote acompanha os paredões do cânion em uma aventura que pode durar mais de quatro horas na água. Outras opções de rafting na região podem ser encontradas em Três Coroas, na Serra Gaúcha, e no rio Itajaí-Açu, em Santa Catarina, considerados entre os melhores locais do país para esse tipo de atividade.

REGIÃO SUDESTE

As atividades para aventureiros têm parada obrigatória nas águas cristalinas de rica vida marinha e em mais de 30 naufrágios em Arraial do Cabo (RJ). Entre os principais pontos de mergulho da cidade estão a Gruta Azul e a Ilha dos Franceses. Nesses locais, mergulhadores podem contemplar as grandes rochas no fundo do mar, naufrágios e um salão de 30 metros de extensão e 15 de altura, que impressiona pelos efeitos de luzes que se formam. Perto da Gruta Azul, está o Buraco da Camarinha, com uma fenda de até 30 metros que dá passagem para mar aberto.

Outro destino popular na região é o município de Brotas, no interior de São Paulo, onde a infraestrutura propicia atividades de diversas modalidades. O rafting, oferecido também em noites de lua cheia, pode ser praticado no rio Jacaré-Pepira; o canyoning e o rapel ganham cenários perfeitos em cachoeiras como a Cassorova, Andorinha e Figueiras. O município oferece ainda tirolesa, boia-cross e arvorismo.

REGIÃO CENTRO-OESTE

Ótima opção para os adeptos do turismo de aventura é o roteiro Eco Parque Tour, que percorre os municípios de Alcinópolis, Costa Rica e Coxim, no Mato Grosso do Sul. O passeio permite ao visitante conhecer seis unidades de conservação que percorrem dois biomas: o Cerrado e o Pantanal. O circuito de atrativos inclui trilhas a pé ou de bicicleta no Parque Nacional das Emas – maior área preservada do cerrado brasileiro, com tamanho equivalente a 131 mil campos de futebol. No parque também há geografia e águas ideais para a prática da canoagem.

Em Costa Rica (MS), o Parque Natural Municipal Salto do Sucuriú oferece opções de aventura como rapel, rafting e circuitos de tirolesa. Uma delas tem queda de 70 metros que termina em um banho de piscina (Tirolesa da Libélula), mas as maiores têm 230 metros (Tirolesa do Tucano) e 400 metros (Tirolesa da Andorinha) de pura emoção com vista ímpar do Salto Majestoso do Rio Sucuriú. O roteiro inclui, ainda, trilhas por Alcinópolis, cidade que concentra mais de 30 sítios arqueológicos de arte rupestre.

A Chapada dos Veadeiros é referência em turismo de aventura para brasileiros e estrangeiros, devido à presença de grandes cachoeiras e cânions profundos com águas de diferentes tonalidades. Alto Paraíso (GO) é o portão de entrada da Chapada e a principal infraestrutura urbana da microrregião. Ali pertinho, também está o povoado de São Jorge, vila com cerca de 700 moradores que fica bem próxima ao Vale da Lua e ao Parque Nacional da Chapada. A 90 km de Alto Paraíso está Cavalcante (GO), a terra dos Kalunga, descendentes de negros escravizados que fugiram das minas e fazendas da região e passaram a viver em comunidades isoladas, sem contato com o mundo exterior até recentemente.

REGIÃO NORDESTE

O turismo de aventura na região tem vez em Fortaleza (CE), que oferece mergulhos organizados no Parque Estadual Marinho da Pedra da Risca do Meio. Agências locais oferecem saídas para mergulhadores credenciados e iniciantes em um passeio que permite apreciar a biodiversidade marinha do ecossistema do parque. As águas apresentam visibilidade caribenha de até 30 metros, de acordo com a Superintendência Estadual do Meio Ambiente do Governo do Ceará.

REGIÃO NORTE

Os visitantes encontram terreno favorável à prática das atividades de aventura no município de Presidente Figueiredo (AM), localizado a pouco mais de 100 km de Manaus. Na cidade, também chamada de “Terra das Cachoeiras”, o rio Urubuí oferece trechos propícios à prática do rafting. O acesso, para quem vem de Manaus, é pela BR-174.

003 004 005 006 007 008 002 001

#PARTIUAVENTURA

Fonte: http://www.turismobrasil.gov.br/

By TurismoMT

NOVA ARTE TURISMOMT RGB

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: