Nobres é destaque no jornal Folha de S. Paulo

bf2e207dd165608f06730dae7678ce8e

Belezas naturais do município de Nobres (MT), que fica a 140 km de Cuiabá. Foto arquivo Sedtur

 

A Folha de S. Paulo enviou a repórter Marília Miragaia para Nobres, na semana passada, para fazer uma matéria especial sobre as belezas naturais do município. A matéria com o título “Com águas azuis, Nobres é a ‘Bonito’ de Mato Grosso foi divulgada na Folha Turismo na edição no dia 18.07 (quinta-feira).

Leia na íntegra a matéria sobre Nobres.

Ponto turístico ainda pouco explorado em Mato Grosso, a cidade de Nobres (a 140 km de Cuiabá) não está distante da chapada dos Guimarães, um dos destinos mais procurados do Estado.  Mas foi apenas no fim do ano passado que o asfalto chegou ao trecho da estrada que dá acesso à área onde estão as atrações turísticas, facilitando o trânsito de visitantes. 

Nobres é o primo mais desconhecido de Bonito, famoso em Mato Grosso do Sul por seus passeios que exploram águas cristalinas, peixes abundantes e atividades como rafting e visita a cavernas. 

 Coincidência ou não, a comparação surge no slogan adotado por agências de turismo e até pela Prefeitura de Nobres: “Mais que bonito, é lindo”. Quem faz a flutuação, ou mergulho com snorkel, comprova que a experiência em Nobres é semelhante –mesmo que a estrutura ainda seja um pouco mais rústica. 

Nas águas límpidas e de tons azulados da região, se avista, facilmente e bem de perto, peixes como a piraputanga, o piau, o pintado e, por vezes, o dourado.O mergulho acontece, em geral, em propriedades onde se pode alugar equipamentos (como a máscara e o colete), usar estrutura com banheiros e chuveiros e almoçar. 

No caso do Reino Encantado, também uma pousada, o passeio (R$ 85, com a agência Interativa) incluiu flutuação por um quilômetro no rio Salobra e almoço no local. 

OUTROS PASSEIOS 

 Passeio de bote e visita à lagoa das Araras, onde se observa a ave no fim do dia, são opções de atividades em Nobres. Importante ponto turístico, entretanto, a gruta da Lagoa Azul permanece fechada até que se resolvam questões fundiárias e que estudos comprovem que o turismo no local não representa risco ambiental. 

INVESTIMENTO

O Sesc de Mato Grosso abrirá em Nobres um hotel com 60 apartamentos em até três anos. Antes disso –até o fim do ano–, a entidade deve oferecer em sua propriedade, onde está a cachoeira da Serra Azul, passeios de rafting, tirolesa e visita a cavernas (ainda em estudo). A cachoeira, aberta à visitação, é um dos pontos mais procurados por turistas. 

BY  TURISMOMT

cropped-nova-logo5.jpg

cropped-nova-logo5.jpg

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: