Estudo sobre turismo na Ilha Grande

Apresentação de um estudo sobre a cadeia produtiva do turismo local

ANGRA DOS REIS

Representantes da TurisAngra e do trade turístico da Ilha Grande se reuniram na ultima semana na Casa de Cultura, no Abraão, para assistirem à apresentação de um estudo sobre a cadeia produtiva do turismo na Ilha Grande. O trabalho foi realizado por Patrícia Cerqueira Reis, pesquisadora da Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM) e doutoranda da Universidade de São Paulo (USP) na área de Comunicação. A pesquisa, iniciada no ano passado, teve como objetivo analisar o funcionamento do turismo local, ressaltando pontos positivos e negativos.

“Através da pesquisa podemos constatar o quanto a beleza e a exuberância da Ilha Grande disfarçam problemas de infraestrutura”, resumiu a pesquisadora. Ela explica que os turistas costumam ficar tão encantados com as belezas naturais que acabam por relativizar alguns problemas. “Isso é bom? É médio. Pois isso é um sinal de risco. Esse turista que percebe problemas de infraestrutura, mas retorna mesmo assim, a médio e longo prazo vai deixar de vir. Pois esses problemas vão aos poucos desconstruindo a imagem positiva que ele tem do local”, explicou.

Um porto forte do turismo local é o ecoturismo, em alta atualmente, de acordo com Patrícia. Ela compara a Ilha Grande a lugares como Fernando de Noronha e Bonito, dois destinos identificados com o ecoturismo. Mas, segundo ela, esses destinos estão mais avançados em termos de serviços e articulação do turismo com a comunidade. Os serviços de transporte foram apontados como um ponto fraco do local, principalmente por causa das Barcas S/A, que recebeu uma avaliação negativa.

Participaram da apresentação representantes de hotéis e pousadas, do Convention Bureau da Ilha Grande, de entidades de classe como a Associação de Moradores da Ilha Grande (Amaig) e o Conselho de Desenvolvimento Sustentável da Baía da Ilha Grande (Consig), Polícia Militar, TurisRio dentre outros. O presidente da TurisAngra, Hique Carloni, e o secretário de Atividades Econômicas, Josias Martins do Carmo Filho, foram os principais representantes do governo municipal.

Mais de 150 pessoas foram entrevistadas para a pesquisa, incluindo representantes do trade e turistas. O trabalho, intitulado “Marketing Territorial: um estudo sobre o trade de turismo da Ilha Grande”, será lançado dentro de alguns meses pela Associação Brasileira de Comunicação Empresarial (Aberj) como parte de um livro sobre marketing territorial, campo da pesquisadora. O marketing territorial é voltado para o estudo de marcas de cidades, estados ou regiões, pela mesma lógica do marketing coorporativo. Na USP, Patrícia desenvolve um estudo sobre a marca “Rio de Janeiro”.

Uma das propostas do trabalho apresentado é o fortalecimento da marca “Ilha Grande”. De acordo com o presidente da TurisAngra, a pesquisa servira de base para as próximas ações voltadas para o fortalecimento e a estruturação do turismo.

“Vamos nos reunir no próximo mês com representantes de diversos setores ligados ao turismo para formarmos grupos de trabalho – afirmou Carloni, que pretende incluir nesses grupos setores do poder público, como a Secretaria de Meio Ambiente e a Fiscalização de Posturas. – O objetivo é a gente pensar em tudo o que foi exposto aqui e ver o que podemos fazer para ordenar e qualificar o turismo”, resumiu o presidente da TurisAngra.

http://www.avozdacidade.com/

BY TURISMOMT

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: