Relaxar e aprender a preservar

Grandes centros urbanos colocam lado a lado diversão saudável e educação ambiental

Brasília (DF) – Não é preciso percorrer grandes distâncias para experimentar e sentir a diversidade ambiental brasileira. Muitas capitais do país possuem parques e museus ecológicos, jardins botânicos e zoológicos, entre outros atrativos que revelam nossa diversidade natural. O contato de adultos e crianças com estas experiências, além de uma opção saudável de entretenimento, promove consciência e educação ambiental.

O visitante do Jardim Botânico do Rio de Janeiro (RJ) pode conhecer uma grande variedade de espécies da flora brasileira e de outras regiões do mundo. “Atualmente, temos em cultivo cerca de 14.400 plantas de 2.500 espécies diferentes”, conta Thaís Hidalgo de Almeida, técnica da Coordenadoria de Coleções Vivas do instituto. A trilha que atravessa um recorte preservado de mata atlântica leva o turista ao orquidário, bromeliário, cactário, às plantas medicinais, carnívoras e ao jardim sensorial. Neste último, é possível vendar os olhos e experimentar sensações por meio do tato e olfato. Em 2011, o Jardim Botânico do Rio recebeu cerca de 600 mil visitantes.

No centro de Belém (PA), o Parque Zoobotânico é uma das atrações do Museu Paraense Emílio Goeldi. Cerca de 200 mil visitantes por ano vão ao local para apreciar as várias espécies da região amazônica. Açaí, cupuaçu, guaraná, jambu, seringueira, dentre outras, são representantes da flora. A fauna fica por conta da ariranha, onça-pintada, peixe-boi e o macaco coatá de testa branca, todos ameaçados de extinção. Há, ainda, 25 espécies de aves e 15 espécies de répteis, além de peixes raros. O parque também desenvolve ações didáticas voltadas à educação ambiental e recebe 35 mil alunos por ano.

O Jardim Botânico de Curitiba (PR) esbanja beleza com seus jardins geométricos e sua estufa de três abóbodas, cartão-postal da cidade. Ele abriga plantas características da floresta atlântica brasileira e ainda possui trilhas em bosque de araucárias, lago e quadras esportivas. Dentro do jardim, o Museu Botânico Municipal possui um herbário com 310 mil plantas, o maior em número de gêneros e famílias de plantas no Brasil. Em 2011, cerca de 1 milhão de turistas visitaram o  local.

Patrícia Cichoski Parodi, servidora do Ministério do Turismo (Coordenação-Geral de Regionalização) e que já morou na capital paranaense, adora sentar-se nos jardins em estilo francês no fim de tarde. Sente que as energias se renovam, porque leva o ser humano a refletir sobre a preservação da natureza como condição indispensável à vida.

“O Espaço Cultural Frans Krajcberg me marcou por mostrar obras feitas de troncos de árvores queimadas ou derrubadas de forma ilegal. É um excelente local para refletir sobre o nosso meio ambiente”, diz Patrícia.

http://www.turismo.gov.br

BY TURISMOMT

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: