Mato Grosso, Rondônia, Acre e Peru discutem integração do turismo

Reunião em Rio Branco, no Acre Foto: Sedtur

A secretária de Estado de Desenvolvimento do Turismo (Sedtur), Teté Bezerra, esteve na última quinta-feira (22.03), em Rio Branco, capital do Acre, participando de um processo de discussão para criação de uma rota turística envolvendo os estados de Mato Grosso, Rondônia, Acre e o Peru, país vizinho.

O convite partiu da secretária de Turismo e Lazer do Acre, Ilmara Rodrigues, que argumentou que a proposta do encontro é a de possibilitar a elaboração de um documento que possa beneficiar os três estados e o Peru, através do corredor turístico que se forma por meio da estrada Interoceânica.

O fortalecimento da rota Brasil-Andes-Pacífico, mostra as potencialidades turísticas do Acre, Mato Grosso e Rondônia. “Estamos trabalhando junto ao Ministério das Relações Exteriores a desburocratização da migração entre os dois países. Vamos unir esforços para divulgar a rota turística integrada, criar um guia e buscar desoneração para que haja um consenso entre empresas, empresários e governo”, argumentou Ilmara.

Segundo Ilmara a solução encontrada durante o encontro é estimular o turismo integrado. “A parceria entre os Estados da região amazônica mostra para o país que o futuro é caminharmos juntos. Se conseguirmos integrar os 27 Estados, vamos gerar maior fortalecimento econômico, atrair nossos empresários, e teremos um dos maiores corredores turísticos do mundo”, argumentou Ilmara.

Para cônsul Honorário do Brasil, Elson Espinoza, a ideia é criar a relação de proximidade entre o Peru e os Estados amazônicos brasileiros, assim fortalecer ainda mais nossas relações turísticas, econômicas e conhecimentos. “Através dessas propostas, gostaríamos de pedir mais apoio, devido à burocracia somos impedidos de expandir mais o contato entre nossos povos”, afirmou.

Segundo Espinoza, com a abertura para negociações, a iniciativa privada passará a integrar essa ideia e torná-la realidade. “Com a mesma força que os Estados brasileiros estão propondo em nos ajudar, o Peru também estará lutando para que essa realidade possa estar mais próxima”, disse Espinoza.

A secretária Teté Bezerra citou as vantagens da integração para o comércio. Segundo ela, dentro da cadeia do turismo o comércio é grande beneficiário, já que atua na promoção de emprego e renda e na vinda de pessoas para o Estado.

“É necessário que os empresários envolvidos ou não com turismo juntem-se a essa ideia, pois o governo não pode exercer sozinho esse papel. Se a iniciativa privada comprar o novo conceito, certamente o movimento terá maior celeridade”, frisa Teté.

Estiveram presentes na reunião representantes do Ministério das Relações Exteriores, do consulado peruano, Receita Federal, Polícia Rodoviária Federal, Infraero, Vigilância Sanitária, Sebrae, governos do Acre, Mato Grosso e Rondônia.

http://www.rondonoticias.com.br/

BY TURISMOMT

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: