Fórmula 1 movimenta economia e turismo em São Paulo

SÃO PAULO – Entre os dias 25 e 27 de novembro acontece no Autódromo de Interlagos, em São Paulo, o Grande Prêmio Brasil de Fórmula 1. O evento, que movimentou cerca de R$ 250 milhões no ano passado, é considerado um dos melhores momentos para o turismo e a economia paulistana.

Pesquisa realizada no GP de 2010, pelo Observatório do Turismo, mostra que ano passado a corrida atraiu 68 mil visitantes, com permanência média de 3,1 dias na cidade. Em média, eles gastaram R$ 1.779,42 no período.

A predominância é dos homens, que corresponderam a 79,4% dos visitantes, contra 20,6% das mulheres.

Mais de 32% dos visitantes tinham idade de 30 a 39 anos, enquanto 24,9% tinham idade entre 40 e 49 anos. A renda predominante, com 25,5%, é de quem recebe acima de 25 salários mínimos. Um pouco atrás, vem a parcela de pessoas com renda entre cinco e 10 salários mínimos, que representavam 24,4%.

Em relação aos passeios, 38,4% dos entrevistados procuraram por lazer, 25,3%, por gastronomia, 20,2%, por compras e 10,6%, por vida noturna.

De onde são?

Dos visitantes, 60% residiam em São Paulo, enquanto 18,2% eram da região metropolitana, 10,9% de outros estados, 7,3% de outros municípios paulistas e 3,6% eram estrangeiros.

As principais cidades do estado de São Paulo que enviaram visitantes ao GP de F1 em 2010 foram Campinas, Jundiaí, Atibaia e São Bernardo do Campo.

Dos outros estados, a maioria dos visitantes era de Minas Gerais, Bahia, Distrito Federal e Santa Catarina.

Entre os estrangeiros, a maioria morava na Argentina, Chile, Inglaterra, Equador e México.

Avaliação da cidade

Os entrevistados também deram sua nota em relação aos serviços utilizados na cidade de São Paulo. A maioria dos serviços analisados foram classificadas como muito boas, sendo eles: transporte público (35,1%), táxi (33,5%), centrais de informação turística (39%), sensação de segurança (30,5%), hospitalidade (39,1%) e sinalização turística (42,6%).

Dos 11 serviços pesquisados, quatro tiveram nota excelente. São eles: hospedagem (37,9%), cultura e entretenimento (53,7%), gastronomia (66,1%) e compras (70,7%). Já a pior nota foi da limpeza urbana, considerada boa por 35,5% dos entrevistados.

BY TURISMOMT

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: