Mato Grosso, lindo por natureza

O Brasil tem se superado a cada ano e o esforço de mostrar um país com toda sua diversidade natural, cultural, aliado a modernidade, tem conquistado maior espaço dentro e fora do país. O mercado turístico vem crescendo e com ele a competitividade dos serviços prestados. Desta forma, temos turistas mais exigentes e em busca de uma melhor estrutura. Nesta missão, os Estados brasileiros são os grandes protagonistas.

Nossas belezas naturais e a receptividade do nosso povo são pontos positivos que contribuem para consolidar a imagem do Brasil no exterior. Sabemos que o nosso país é apontado como um mercado extremamente promissor visto sua notória riqueza natural. E, não se pode falar em belezas naturais brasileiras sem falar de um dos Estados mais contemplados no quesito: o Mato Grosso. Dono de um enorme patrimônio ecológico e cultural, Mato Grosso encanta por suas belas paisagens. O único Estado que possui três biomas (Floresta Amazônica, Pantanal e Cerrado), e desta forma é motivo de orgulho por sua elevada produtividade e pelo potencial turístico.

Desta forma, quero registrar aqui a competência que o Estado de Mato Grosso tem mostrado ao se expor para um turista nacional e estrangeiro. Já existe uma total consciência da capacidade de exploração das potencialidades naturais do Estado. A preocupação de preservação da rica fauna e flora da região data do início deste século, quando o então vice-presidente de Mato Grosso, coronel Pedro Celestino Corrêa da Costa, motivado pela intensa devastação da vegetação nas cabeceiras dos rios Coxipó-açu, Manso e Cuiabá, declara a área da Chapada de utilidade pública, em 13 de setembro de 1910, devido a grande importância que tal bacia hidrográfica tem para o Estado.

A última pesquisa da Embratur com o Ministério do Turismo, divulgada no início de outubro, nossa bela natureza é cada vez mais um atrativo turístico: 26,9% dos estrangeiros que vieram ao Brasil por lazer estavam buscando os chamados ecoturismo ou turismo de aventura. Esse resultado representa um crescimento em relação aos últimos anos. Em 2005, eram 19,3% os interessados nesse segmento. Esses dados reforçam a imensa oportunidade para o turismo de Mato Grosso, que conta com diversos atrativos inseridos nesse segmento como, por exemplo, o Pantanal, conhecido mundialmente, e o Parque Nacional da Chapada dos Guimarães.

Atualmente, recebemos pouco mais de 5 milhões de turistas/ano. Para o ano da Copa, são esperados 7,2 milhões. O Governo Federal pretende investir R$ 33 bilhões com obras de infraestrutura nas cidades-sede. Em Mato Grosso, para a bela capital, Cuiabá, os investimentos são de R$ 596,7 milhões para estádios, de R$ 488,8 milhões para mobilidade urbana e R$ 88 milhões para aeroportos. O objetivo do governo e da Embratur é estruturar o destino com padrão de qualidade internacional, criando novos empregos, ocupações e gerando divisas, pois o Estado possui um grupo de destinos muito importantes para a atividade econômica do turismo no Brasil, fazendo parte dos 65 destinos indutores do desenvolvimento turístico regional.

Além do potencial turístico pode-se observar também o crescimento na área do Agronegócio. Um estudo feito pelo Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea) com base em dados do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) mostra que o agronegócio é a atividade que mais gera emprego e paga melhor os trabalhadores do Estado. Número de empregos formais gerados pelo setor agropecuário no Estado cresceu 37,6% entre 2006 e 2010. O Estado já é o maior produtor de algodão, soja, milho e de gado de corte. Isto mostra o quanto Mato Grosso tem se estruturado e com isso, sai ganhando o Estado e todo o país. Além disso, é uma região que possui um subsolo rico em minerais, desde ouro, fosfato, minério de ferro e muitos outros.

O Brasil, exaltado por suas belezas naturais, costa exuberante e rica cultura, tem muitos destinos de alto potencial no mercado, mas ainda pouco conhecidos internacionalmente. Com a aproximação de dois grandes eventos esportivos – Copa do Mundo e Olimpíada do Rio de Janeiro – temos uma oportunidade única para posicionar nosso país entre os principais destinos do mundo.

Flavio Dino é presidente da Embratur

http://www.circuitomt.com.br/

By TurismoMT

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: