Apaixonados por turismo de aventura viram empresários de capacete e snorkel

Todos os anos, 5,4 milhões de turistas procuram serviços relacionados ao turismo de aventura em busca de atividades como tirolesa, rapel e mergulho. Neste mercado, predominam as empresas de pequeno porte. Segundo a Associação Brasileira das Empresas de Ecoturismo e Turismo de Aventura (Abeta), são mais de 2 mil pequenas e microempresas envolvidas no segmento.

A oportunidade de entrar em um mercado cujo ticket médio do turista é de R$ 293 foi o que chamou a atenção de Ligia Ribeiro Eisenlohr. A empresária ainda dava aulas de natação quando um amigo lhe mostrou os bons resultados de um empreendimento voltado ao arvorismo. Empolgada com a ideia e disposta a aumentar os rendimentos do rancho de sua família em Campos do Jordão, Lígia resolveu apostar no negócio. Em 2003, investiu R$ 150 mil, contratou 20 funcionários e montou o Aventura no Rancho, que oferece atividades como arvorismo, tirolesa e cavalgada, além de restaurante no local.

Arvorismo é um dos serviços oferecidos pelo Aventura no Rancho que faturou, em 2010, R$ 230 mil – Foto: Divulgação

 Os serviços do Aventura no Rancho são voltados ao público de 16 a 25 anos e custam entre R$ 25 e R$ 85 por pessoa. Ligia conta que no período de alta temporada atende cerca de 250 pessoas por dia, mas na baixa este número cai para 105 turistas. Para enfrentar a variação de clientes a empresária buscou atrair outro público: as empresas. Com isso, em 2009 preparou atividades especiais de motivação e treinamento de funcionários ao ar-livre. “A iniciativa deu certo e as empresas perceberam que poderiam recriar no campo situações de risco e estresse parecidas com as de seu dia-a-dia”, afirma.

A estratégia usada por Ligia deu resultado e ajudou o negócio a faturar, em 2010, R$ 230 mil. “Os turistas estão procurando lugares que ofereçam segurança. Assim, queremos acompanhar esta tendência e aumentar nosso faturamento em 15% este ano”, diz. A exigência cada vez maior dos turistas faz com que os empresários se adaptem e busquem alternativas. “Quem entra neste mercado deve ter preparação técnica, identificar todos os pontos turísticos do local que irá atuar e buscar um diferencial nas atividades oferecidas, sempre com foco na segurança”, diz Sáskia Lima, coordenadora geral de segmentação do Ministério do Turismo.

Dar um mergulho na região de Bonito pode custar até R$ 800 – Foto: Divulgação

Ney Golçalves é outro empresário que busca diferenciar seu negócio para captar mais clientes. A Impacto Operadora de Ecoturismo atua no Mato Grosso do Sul, nas cidades do Pantanal e Bonito, e tem atividades específicas para cada localidade com preços que variam de R$ 70 a R$ 800. Na região do Pantanal há serviços como turismo de barco, safári, camping, observação de pássaros e cavalgada. Já em Bonito, atividades como rapel e mergulho são as mais procuradas por suas características radicais. “Também vimos uma oportunidade ao oferecer serviços de recepção de turistas e transporte até o destino das atividades”, afirma o empresário.

Gonçalves lembra que a ideia de montar o negócio surgiu há 20 anos quando ainda trabalhava como biólogo e participava de projetos de educação ambiental em escolas. “Muitas diretoras pediam para que eu organizasse excursões e os pedidos foram aumentando. Por essa razão resolvi fazer um curso de turismo e apostar no ramo”, diz. A empresa, que tem 20 funcionários, recebeu investimento inicial de R$ 50 mil e faturou, em 2010, R$ 900 mil. “Temos cerca de 40 clientes por mês e acreditamos aumentar nosso faturamento em 10% este ano”, afirma.

Mercado em expansão

O segmento do turismo de aventura emprega 18,5 mil funcionários durante a alta temporada e, segundo relatório do Ministério do Turismo (MTur) em parceria com a Abeta, teve em 2009 um faturamento de R$ 515,9 milhões. “O público alvo mudou, está mais amplo e atinge todas as idades, com oferta até para os portadores de necessidades especiais. Isto é um sinal do crescimento da atividade”, afirma Cássio Santos de Oliveira, consultor de Turismo do Sebrae-SP.

http://economia.ig.com.br/

By TurismoMT

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: