Bons motivos para conhecer Fernando de Noronha

O arquipélago de Fernando de Noronha é um dos destinos brasileiros mais procurados pelos turistas que desejam conferir in loco se a ilha é tudo aquilo que se vê nas fotos. O território, que pertencente a Pernambuco, oferece aquela sensação boa de liberdade, exuberantes paisagens naturais, boa comida, diversas opções de lazer e, acima de tudo, exalta a preservação do meio ambiente.

Como pontos negativos, vale avisar que Noronha, apesar de rústico, é caro; da hospedagem à comida nos restaurantes mais simples, tudo na ilha tem um preço maior que em outras localidades brasileiras. O pacote de Réveillon na Pousada Maravilha, por exemplo, o melhor hotel do arquipélago, custa aproximadamente R$ 36 mil o casal. O ideal é optar por pousadas domiciliares, e fechar o pacote sempre bem antes da alta temporada. Nesta reportagem você encontra vários bons motivos para conhecer esse paraíso. Tome nota:

1 – Passeio de barco

(Foto: Marcos Lage Gozzi/Área H)

Chegando a Noronha, trate logo de agendar seu passeio partindo do Porto de Santo Antônio em direção a Ponta da Sapata, com paradas em ilhotas. Durante o trajeto, você vai ver várias espécies de aves-marinhas e golfinhos.

2 – Mergulhar no Sueste

A Baía do Sueste tem ondas calmas, específicas para o mergulho livre. É possível alugar snorkel no local. Você vai ver tubarõezinhos, tartarugas enormes e inúmeros cardumes. Separe uma tarde para ficar nessa praia. Vale a pena.

3 – A Praia do Leão

Praia do Leão (Foto: Marcos Lage Gozzi /Área H)

A maior praia da ilha, com um visual de perder a fala. Tem areia avermelhada e água verde clara, que você vê só nos cartões-postais. A formação rochosa dentro do mar lembra um leão-marinho deitado.

4 – Museu do Tubarão

Entre as paredes com fotos e informações sobre a espécie assustadora, o museu abriga uma incrível vista para o horizonte, com o mar como pano de fundo. Dentro do local tem um restaurante que vende o famoso bolinho de tubalhau, feito com carne de tubarão salgada.

5 – Cacimba do Padre

Morro Dois Irmãos (Foto: Marcos Lage Gozzi /Área H)

Apesar de pequena (900 metros de extensão), a Cacimba é a praia preferida dos surfistas, por ter ondas que chegam até 5 metros. A água é transparente. Para coroar o visual, o Morro Dois Irmãos, a imagem mais divulgada da ilha.

6- Baía dos Porcos

Paradisíaca, com um mar cristalino, a praia é pequena, com apenas 100 metros de faixa estreita de areia e muitas pedras ao redor, que acabam formando piscinas de águas transparentes. Leve a máscara de mergulho e o snorkel, pois o local continua lindo até debaixo d’água. A fauna marinha desse local é rica e colorida.

7 – Baía do Sancho

Praia do Sancho (Foto: Marcos Lage Gozzi /Área H)

Apesar de ser considerada a praia mais bonita do Brasil é um local de difícil acesso. Exige longa caminhada entre a mata e depois descer uma escada de 30 degraus encravada em uma rocha. Todo o esforço para se chegar ao local é recompensado. A praia é pequena, cercada por aves e vegetação nativa, estilo paraíso deserto. As mesclas entre o azul e o verde dão os tons à água.

8 – Pôr do Sol no Mirante do Boldró

Local ideal para acompanhar o sol se pondo no mar, com as Ilhas Dois Irmãos como moldura. Geralmente os guias levam os turistas ao mirante no encerramento das trilhas para assistir ao pôr-do-sol.

9 – A festa de Réveillon na Pousada Zé Maria

Se você pretende visitar Noronha e tiver a oportunidade de escolher a data, que seja próximo da virada do ano. A Pousada do famoso nativo Zé Maria tem uma das festas de Ano Novo mais cobiçadas do Brasil. O cenário é fantástico, a gastronomia é nota 10, a festa tem um astral positivo, com muita bebida e boa música.

Dicas da bióloga:

A bióloga Silene Nogueira morou em Noronha por dois anos. Foi à ilha para estagiar no projeto Golfinho Rotador, que tem como objetivo preservar o comportamento natural dos golfinhos, conservar Fernando de Noronha, promover um programa de Educação Ambiental e fornecer subsídios para o desenvolvimento sustentável da Ilha. Para Silene, “Noronha é mais bonita ainda debaixo d’água”.

Silene Nogueira mergulha em Noronha (Foto: Área H)

 
Entre as preferências da bióloga na ilha, está a Baia dos Golfinhos, local onde os eles se sentem protegidos para se alimentar, acasalar, amamentar e se reproduzir. Os turistas não têm acesso a este lugar, mas é possível observá-los pelo mirante.

Durante a noite, Silene garante que Noronha também tem seu agito e cita o forró no Bar do Cachorro e o reggae na Pizzaria Canto da Ilha como dois programas interessantes.

http://br.noticias.yahoo.com/

By TurismoMT

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: