Conatus 2011 vai abordar temáticas variadas nas áreas de turismo e meio ambiente

De 23 a 27 de outubro, Cuiabá irá receber a segunda edição do Congresso Natureza, Turismo e Sustentabilidade. O II Conatus – evento que deverá reunir na expectativa dos organizadores mais de 600 participantes entre especialistas, técnicos, pesquisadores e estudantes das áreas de turismo e meio ambiente, tem como objetivo discutir as questões ligadas ao turismo como promotor da conservação ambiental e da natureza, contribuindo para a construção de políticas públicas mais adequadas, que conciliem a atividade turística e a conservação do nosso maior potencial, que é o patrimônio natural.

Idealizado como um evento de caráter técnico-cientifico, o Conatus é uma iniciativa da Fundação Neotrópica do Brasil e, em Mato Grosso, conta para a sua realização com a parceria do Governo do Estado, por meio das Secretarias de Meio Ambiente (Sema) e de Desenvolvimento do Turismo (Sedtur), Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Instituto do Homem Pantaneiro e Pantanal Conventional Bureau.

Com uma extensa e variada programação que pode ser conferida na íntegra no site www.conatus.org.br, o evento irá receber palestrantes de renome nacional e internacional. Ainda mais diversificado nesta segunda versão o Conatus contará com a participação de palestrantes da Nova Zelândia, Peru e África do Sul, além de especialistas de renome nacional, que estarão em Cuiabá dividindo seus conhecimentos sobre turismo, natureza e sustentabilidade.

No total serão 27 palestrantes, cinco dias de trocas de experiências e aprendizagem com representantes de universidades, consulados, instituições públicas, organizações não-governamentais, consultores e empresários.

A abertura do Conatus 2011 será no dia 23 de outubro, com a palestra magna ministrada por Maria Tereza Jorge Pádua, considerada uma referência no movimento ambiental brasileiro e detentora de vários prêmios, dentre eles, o Prêmio Ford de Conservação da Natureza e, neste ano, o Prêmio Fred Packard da IUCN pelo seu trabalho.

No primeiro dia de palestras, 24 de outubro, o eixo temático será a “natureza”. Palestrantes internacionais foram convidados para compartilhar experiências inovadoras e exitosas, apresentando um panorama do turismo de natureza em outros continentes. Liane KupersteinIngberman, que mora na Nova Zelândia, tem vasta experiência em turismo de aventura e funcionamento da indústria do turismo na região. Jorge Chaves é da Universidad La Molina do Peru, tem mais de 20 anos de prática em turismo sustentável e ecoturismo. Pedro da Cunha e Menezes trabalha no Consulado Brasileiro na África do Sul e é conhecedor de mais de 500 unidades de conservação pelo mundo.

Neste dia também serão apresentados casos de sucesso que aliam o turismo à conservação ambiental. A mesa redonda será composta por Vitória da Riva Carvalho, do Hotel de Selva Cristalino, em Alta Floresta, MT, que recebeu prêmio pelo desenvolvimento do conceito de turismo responsável. Edmundo Costa Junior, responsável pelo atrativo turístico Abismo Anhumas, em Bonito (MS), com vasta experiência em turismo em grutas e Leopoldo Garcia Brandão, idealizador da RPPN Sesc Pantanal, em Porto Cercado (MT).

Nas experiências temáticas os destaques são para o turismo de observação de baleias na Bahia e sua contribuição para a conservação das espécies, que será relatado por Paulo Sapienza, o rafting, turismo de aventura praticado em Santa Catarina que recebe turistas do mundo inteiro, que será contado por Otto Hassler e a inovação do turismo com base comunitária na Amazônia, que será apresentado por Ana Gabriela Fontoura.

O dia 25 de outubro, com a temática “turismo”, terá a presença de José Luiz de Andrade Franco que falará sobre “A contribuição do turismo na preservação da Natureza e na socioeconômica das nações: Uma perspectiva histórica”. Marcos Amend, que trabalha com meio ambiente desde 1987, apresentará os aspectos econômicos, sociais e privados do turismo de natureza. Manuel Serrão, representante do FUNBio, abordará o Pagamento de Serviços Ambientais aliado ao turismo de natureza.

A Copa do Mundo também está na programação do Conatus 2011. Duas mesas redondas irão abordar a preparação de Mato Grosso para a Copa. Participarão das discussões a secretária de Desenvolvimento do Turismo, Teté Bezerra, secretário de Meio Ambiente, Alexander Torres Maia, representante do projeto Parques da Copa, Ricardo Soavinski, e de outras instituições como Agecopa, Sebrae-MT e Ministério do Turismo.

Para falar de sustentabilidade, no dia 26 de outubro, está confirmada a participação de Oliver Hillel, do Canadá, falando sobre Convenção da Biodiversidade e o turismo. Miguel Milano, diretor da Permian Brasil, consultor e idealizador do Conatus, abordará a responsabilidade social e a sustentabilidade no negócio de turismo. As novas ferramentas na gestão turística serão apresentadas em uma mesa redonda com a presença de Victor Salviati que contará sobre o caso Juma Marriott, neutralização e compensação de carbono.

Para fechar o Conatus 2011 em grande estilo, os destaques da programação do Congresso serão debatidos pelo peruano Marc Dourojeanni, grande conhecedor de turismo e meio ambiente, e Teresa Cristina Magro, da ESALQ/USP, que trabalha há 20 anos com ensino e pesquisa em planejamento de unidades de conservação.

O último dia da programação, 27 de outubro, será dedicado às visitas técnicas e aos minicursos. Confira a programação completa no site do Conatus 2011, www.conatus.org.br.

http://www.odocumento.com.br/

TurismoMT

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: