Governo de MT e Agecopa assinam termo para melhorar distribuição de água em Chapada

A melhoria da captação e, consequente, melhoria da distribuição de água em Chapada dos Guimarães, cidade-âncora do turismo em Mato Grosso, é um dos principais legados proporcionado pela realização da Copa do Mundo Fifa Brasil 2014 em Mato Grosso. O Governo de Mato Grosso, com essa visão da importância do turismo, assinou nesta terça-feira, por meio da Agecopa, o segundo termo aditivo para a elaboração do projeto básico e executivo para a ampliação do sistema de abastecimento da cidade de Chapada dos Guimarães.

O governador em exercício Chico Daltro destacou a importância da assinatura do termo aditivo para a cidade, que tem uma população de aproximadamente de 10 mil habitantes na área urbana e o equivalente na zona rural, mas recebe nos fins de semana mais de 15 mil turistas e durante os grandes eventos – como o Festival de Inverno – chega receber mais de 40 mil visitantes. “Devido ao grande apelo turístico, Chapada dos Guimarães vem recebendo uma atenção especial do governador Silval Barbosa, não só no abastecimento de água como também a duplicação da rodovia MT-251”, destacou.

O prefeito de Chapada dos Guimarães, Flávio Daltro, disse que “este é um dia de muita alegria, não só para os chapadenses, mas para todos os mato-grossenses”. O termo aditivo com a Agecopa irá proporcionar a contratação de empresa para a elaboração do projeto básico e executivo – inclusive licenciamento ambiental – do novo manancial de captação e adução, construção de nova estação de reservação e ampliação da rede de distribuição de água na área urbana do município.

Segundo o prefeito, com esse projeto mais de 50 por cento da população vai receber água tratada em casa e vai poder garantir a liberação de novos empreendimentos, com a construção de mais três pousadas e de uma unidade hoteleira de uma grande rede de hotéis.

O presidente em exercício da Agecopa, Roberto França, destacou que a Agência não está preocupada apenas com a realização da Copa do Mundo em si, mas preocupa-se também com o legado que vai deixar para o futuro. A questão da água em Chapada dos Guimarães sempre foi uma das principais preocupações. A obra vai demandar – segundo cálculos preliminares – recursos na ordem de R$ 10 milhões – fruto de emenda parlamentar da ex-deputada Telma de Oliveira, como lembrou França. Agora, para liberar esses recursos a prefeitura de Chapada dos Guimarães tem que apresentar o projeto básico e executivo da obra, que vai ser realizado com recursos da Agecopa.

Estiveram presentes no ato de assinatura do termo aditivo os diretores da Agecopa, Yenês Magalhães, de Planejamento; Agripino Bonilha Filho, de Articulação Interinstitucional e Voluntariado; Yuri Bastos, de Assuntos Estratégicos; a secretária adjunta da Secretaria das Cidades, Regina Celi Barroso dos Santos, e a bancada de vereadores de Chapada dos Guimarães.

http://www.odocumento.com.br/

By TurismoMT

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: