RN na vitrine do turismo mundial

BNTM ajudará estado a captar estrangeiros. Mais de 400 operadores de 38 países conhecerão hoje belezas potiguares

O Rio Grande do Norte pode tornar-se um dos destinos mais procurados pelos peruanos nos próximos meses. Conversas entre uma operadora de turismo e a Empresa Potiguar de Promoção Turística (Emprotur) apontam para uma parceria. As negociações estão sendo feitas durante a 20ª edição da Brazil National Tourism Mart (BNTM), que está acontecendo no Centro de Convenções, na Via Costeira, e reúne todos os estados do Nordeste.

O evento, que é promovido pela Fundação Comissão de Turismo Integrado do Nordeste (CTI/Nordeste), demandou um investimento de R$ 3,5 milhões do Rio Grande do Norte e dos patrocinadores. A expectativa é de que a BNTM gere R$ 250 milhões para o Nordeste em volume de negócios. O principal objetivo do encontro é vender o produto turístico nordestino nos mercados nacional e internacional.

O vice-presidente da Emprotur, Francisco Barbosa de Albuquerque, salientou que a procura da operadora peruana foi espontânea. “Um operador vai permanecer com a gente por mais uma semana após o evento. O Peru não é tão demandado quanto os outros países da América Latina”, salientou.

Uma outra oportunidade, que está aparecendo como parceria para o estado, vem dos Estados Unidos. Cerca de 39 operadoras do país estão inscritas no evento e apontam o Nordeste como uma opção bastante viável aos americanos. Além de promover novas negociações, a BNTM vai mostrar aos 400 operadores de viagem de 38 países as belezas naturais do Rio Grande do Norte.

Sete destinos turísticos foram colocados à disposição dos participantes do evento: as Dunas de Genipabu, Maracajaú, Galinhos, Natal-Pirangi, Pipa e Santa Cruz. As inscrições lotaram em Galinhos e Pipa, somente nesta última serão 150 pessoas no primeiro dia, com 100 pernoites. Ainda pouco divulgado, o turismo religioso de Santa Cruz, não está sendo muito procurado. Porém, faz parte da estratégia da CTI incluir cidades do interior nos pacotes, fazendo com que o turista fique mais tempo nos estados.

Toda infraestrutura de hotel, passagens, translado para os operadores e mais 100 jornalistas da BNTM estão sendo custeados pelo governo estadual, com auxílio dos parceiros e patrocinadores. Duas empresas de transporte aéreo fizeram praticamente todas as viagens a custo zero, por exemplo, e a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH) patrocinou R$ 1 milhão em hospedagens em Natal e Pipa.

O mercado da América do Sul também está sendo bem contado pelo secretário de estadual do Turismo, Ramzi Elali, “É uma ótima chance de captar novas oportunidades e investir em mercados diferentes, como o sul-americano, uma vez que o mercado europeu enfrenta ligeira crise com as taxas de câmbio desfavoráveis”, explicou Ramzi sobre a BNTM. De acordo com o secretário, a meta de pacotes vendidos, tendo como destino a região nordeste, é de 270 milhões de dólares para essa edição da BNTM. Queremos superar em pelo menos 10% os números do ano passado”, disse o secretário.

Copa e turismo

Os representantes da CTI- Nordeste juntamente com todos os secretários de turismo dos estados nordestinos falaram com a imprensasobre os objetivos do grupo para os próximos anos, em especial, sobre a Copa do Mundo de 2014. O Nordeste é a região do país que mais tem cidades-sedes do maior evento esportivo do mundo. Na ocasião também foi anunciada a nova presidente da Fundação, Daniele Novis, secretária de Turismo de Alagoas, que substituirá o atual presidente da CTI, Bismarck Maia, secretário de Turismo do Ceará.

Durante a coletiva, a governadora Rosalba Ciarlini, falou sobre o que já está sendo feito para Copa e justificou os atrasos em relação ao estádio Arena das Dunas. “No último momento conseguimos as condições para Natal ter o estádio”, declarou falando sobre os problemas da gestão anterior que teve uma licitação vazia.

A prefeita de Natal, Micarla de Sousa, falou sobre os projetos de infraestrutura que estão com recursos garantidos. Somente do PAC-Mobilidade serão R$ 338 milhões, e que o ministro do Turismo, Pedro Novais, confirmou recursos na ordem de R$ 77 milhões para revitalização da orla, que vai da praia de Ponta Negra atéa Redinha. Na visão do governo do estado e da prefeitura, o aporte financeiro do governo federal e o início das obras no estádio Machadão, marcadas para junho, podem acelerar o andamento do projeto Copa 2014 em Natal, considerado um dos mais atrasados do país.

http://www.diariodenatal.com.br

By TurismoMT

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: