Pantanal coloca Campo Grande no turismo de eventos

Porta de entrada de turistas de Mato Grosso do Sul, Campo Grande já se consolidou como pólo de eventos nacional. Não foi à toa que a Capital conquistou o prêmio Caio de Turismo de melhor destino de eventos do País. Este reconhecimento foi alavancado por um plano estratégico de turismo que está sendo realizado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sedesc) por meio da Superintendência de Turismo

De acordo com a superintendente de Turismo, Ciência e Tecnologia, Maria do Carmo Portocarrero Petelinkar, o setor vem desenvolvendo desde 2009, ações que priorizem a estrutura de recebimento dos turistas na Capital. “Nossa meta foi atender aos requisitos do Ministério do Turismo em ações estruturais nos setores de segurança, saúde, acessibilidade e infra-estrutura para cometer menos erros na receptividade dos turistas na Capital”, frisou.

Segundo ela, seguindo a metodologia do Ministério, a Prefeitura além de executar ações que garantam mais segurança do turista na cidade, está realizando a capacitação dos técnicos para receber os estrangeiros e portadores de deficiências.

QUALIFICAÇÃO

Uma das principais estratégias é capacitar profissionais que atuam no atendimento ao turista. Na semana passada foram abertos cursos de línguas para estagiários e atendentes das Centrais de Atendimento ao Turista (CAT). Serão ministradas aulas de língua inglesa, espanhola e da Língua Brasileira de Sinais (Libras) instrumental, no período de seis meses. “Normalmente, os atendentes e estagiários são responsáveis pelo primeiro contato com os turistas que chegam a Campo Grande e se dirigem aos CAT em busca de informações. Por isso a importância de estarem bem preparados”, enfatiza Maria do Carmo.

De acordo com Edil Albuquerque, é motivo de grande satisfação para a Sedesc participar do desenvolvimento de um projeto baseado nos moldes exigidos pelo Ministério do Turismo e contando com a parceria das secretarias municipais de Administração (Semad) e de Educação (Semed). “Fico muito contente de presenciar hoje uma nova etapa de qualificação para nossos colaboradores que atuam nos CATs da Capital e que refletirá na satisfação do turista que aqui visita e é recebido por profissionais treinados”, elogiou.

De acordo com a superintendente, a Capital não deixa a desejar na infraestrutura necessária para a realização de eventos. Ela cita locais como “Albano Franco, muito amplo, que favorece a organização de feiras e exposições, o Centro de Convenções Rubens Gil de Camillo, os auditórios do Sebrae e da Fiems, entre outros”.

Outra característica de Campo Grande é ser considerada “destino indutor”, ou seja, município de referência para o turista ir a outros destinos. “É por isso que temos que estar bem preparados para receber o turista”, finaliza Maria do Carmo.

ROSANA SIQUEIRA

http://www.correiodoestado.com.br/

By TurismomT

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: